Perícia para deficiente deve ser feita com antecedência Destaque

Perícia para deficiente deve ser feita com antecedênciaA aposentadoria para o deficiente físico vai reduzir o período de contribuição de dois a dez anos, dependendo do grau da deficiência. Porém, o recomendado é que os segurados não deixem para solicitar a perícia próximo da data da concessão do benefício, até porque eles não sabem como o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai avaliar sua doença.

 

Conforme a vice-presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), Adriane Bramante, o deficiente de qualquer idade pode agendar a perícia. “O INSS, em tese, está preparado para avaliar o grau e o início dessa deficiência. Após o procedimento, a informação de com quantos anos de contribuição o segurado poderá se aposentar vai automaticamente para o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).”

Ou seja, caso um homem seja avaliado com deficiência em grau moderado, haverá diminuição de seis anos no tempo de trabalho, e ele poderá se aposentar com 29 anos de contribuição. Essa informação já será conhecida pelo instituto a partir do momento em que ele fizer a avaliação, realizada por equipe multidisciplinar composta por médico e assistente social.

“Caso o segurado tenha um agravamento dessa deficiência, ele deverá marcar outra perícia para que o grau seja alterado e o tempo de serviço, reduzido. Lembrando que, se a Previdência Social concluir grau diferente dos laudos médicos do segurado, ele pode entrar com ação na Justiça”, orientou Adriane.

GRANDE ABC - As avaliações para a concessão de aposentadoria do deficiente físico podem ser agendadas desde 31 de janeiro, porém, só começaram a ser realizadas nas agências ontem.

Segundo o INSS, foram marcadas 39 perícias para pessoas com deficiência nas seis agências da região (Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá e Ribeirão Pires) até o fim do mês. Esse número representa apenas 0,3% do total de perícias agendadas nessas unidades, que somam 13.054.

O Diário percorreu ontem as agências de Santo André, São Bernardo e Diadema e detectou que, apesar das filas estarem maiores, não havia nenhum segurado com avaliação para deficiente agendada.

Conforme explica Adriane, a perícia concedida pela Previdência não vai considerar somente a gravidade da deficiência, mas também as condições sociais do segurado. “No total, para definir o grau dessa deficiência, o beneficiário vai precisar responder, em média, 45 perguntas, por exemplo, se ele faz atividades sozinho, como escovar os dentes, se ele locomove através de transporte público e até mesmo se mora sozinho.”

A especialista criticou o critério adotado que, segundo ela, é considerado subjetivo, porque avalia a independência do segurado de forma errada. “Quanto mais independente for o deficiente, pior será para ele. Se, por exemplo, um cego, que tem deficiência grave, mora sozinho e tem sua independência através da leitura em Braile, o grau não será considerado alto. O critério adotado é bastante subjetivo, porque não considera as conquistas do deficiente para efeito de concessão de benefício, ou seja, estão confundindo deficiência com invalidez, e isso é absurdo.”

BENEFÍCIO - Nos casos de deficiência grave, a aposentadoria será concedida após 25 anos de contribuição para homens e 20 para mulheres. Já no caso de moderada, o período passa para 29 anos ao segurado e 24 à segurada. A leve dá direito a 33 anos para eles e 28 anos para elas.

Já a aposentadoria por idade será reduzida em cinco anos para ambos os casos. Homens se aposentam com 60 anos e, mulheres, 55 anos.

O benefício para deficiente não tem a incidência do fator previdenciário, que achata, em média, em 30% o valor das aposentadorias.

Fonte da noticia

Última modificação em Sábado, 26 Abril 2014 19:29

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location

Usuário conectado

Temos 74 visitantes e Nenhum membro online


Notice: Undefined index: nsp_pre_text in /home/pcd/public_html/modules/mod_news_pro_gk5/tmpl/default.php on line 27

Empresa de Transporte Rod…

O Diretor Operacional da Empresa de Transporte Rodoviário Luan, Anderson de Oliveira, esteve nesta manhã, de 8 de novembro em Corumbá, em uma reunião no Sindicato dos Trabalhadores de Transporte...

PMJP entrega mais 13 ônib…

Na próxima segunda-feira (30), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans), entrega á população mais 13 ônibus acessíveis que vão atender pessoas...

Bandidos assaltam APAE e …

De acordo com a Polícia Militar de Alagoas, dois homens armados assaltaram – no início da noite de ontem, dia 4, por volta das 18 horas – o prédio...

Unipar valoriza ensino ao…

Acessibilidade e inclusão são dois assuntos que ultimamente têm sido debatidos com frequência pela mídia e a sociedade. São temas com significados diferentes, mas que, ao interpretá-los, percebemos que suas...

Cartórios terão atendimen…

Durante reunião realizada nesta sexta-feira, 13, a Promotoria de Defesa das Pessoas com Deficiência e donos de cartórios de São Luís assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta garantindo o...

Dia da Pessoa com Deficiê…

A prefeitura de Governador Valadares, no Leste de Minas Gerais, realiza nesta quarta-feira (4), uma ação social para promover a saúde dos deficientes físicos e intelectuais. O evento faz parte...

Livro ensina a evitar gaf…

Deixar portas entreabertas e objetos no chão. Brincar com o cão-guia quando ele está a trabalho ou puxar o deficiente visual pelo braço sem mesmo saber se ele quer atravessar...

Obras têm infraestrutura …

O Governo do Distrito Federal assumiu o compromisso de inaugurar obras totalmente acessíveis a pessoas com algum tipo de dificuldade de locomoção. É o que garante a coordenadora técnica da...

Prefeitura lançará progra…

Um curso ministrado pelas secretarias municipais da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED) e do Trabalho promovem a inclusão profissional das pessoas com deficiência por meio da difusão dos...

Motoristas de ônibus vive…

As intervenções e simulações de várias situações aconteceram, ao longo de toda essa semana, durante o curso de qualidade no atendimento às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Idosos, dEFICIENTEs...


Notice: Undefined index: nsp_post_text in /home/pcd/public_html/modules/mod_news_pro_gk5/tmpl/default.php on line 165

Comentários

Boa noite! A isenção de SP já saiu e já foi dado entrada na fábrica e isso já tem 01 mês. O I...
em EasyBlog 28-03-2013 23:40
Boa noite, apesar de vc ter dado entrar no mês 1, vai contar a partir de quando foi liberado o ICMS...
em EasyBlog 28-03-2013 22:46
Estamos em AGOSTO/2012 e o desrespeito por vagas de PPD é muito grande, aqui em Niterói e n o Rio ...
em EasyBlog 10-08-2012 14:39
Olá!! Sou deficiente auditivo e gostaria muito de me comunicar com pessoas que tenham conhecimento ...
em EasyBlog 02-05-2012 23:17
Sou professora de Educação Especial!Amo o que faço por isso gostaria de receber sugestões,depoim...
em EasyBlog 23-03-2012 20:11

Últimos foruns

  • Não há postagem a mostrar
Topo